Como ensinar crianças a dormir e como melhorar a qualidade do relacionamento com elas.

       

O vídeo acima é uma resposta no canal à pergunta como colocar as crianças para dormir. O texto abaixo foi publicado em 2019 na revista med com saúde, nele Dr. Julio fala sobre a ansiedade e como não deixar que ela interfira no relacionamento com os filhos. Ambos os temas tratam do momento sem celular e como


Como melhorar seus relacionamentos com seus filhos reduzindo a sua ansiedade e aumentando seu foco.


Nosso cérebro emocional é a parte responsável por regular nossa fruição emocional, mas também por determinar o que é importante. Ele está ligado diretamente a nosso sistema nervoso autônomo. Se estamos o tempo todo fugindo de algo ou correndo atrás de algo apresentamos disparos de adrenalina e reações como palpitação, paralisação do intestino e tensão muscular, o que eu chamo de síndrome da urgência,. Mas então, seria possível ter uma vida saudável e conciliar isso com o desenvolvimento dos nossos filhos? Então, dependendo de como você usa suas emoções, se acumula muito estresse, perde a noção e a atenção do que é realmente importante e não chega aos resultados que está buscando, ter uma vida saudável é um processo que exige constância e recordação permanente do que é importante.

          Se somos ansiosos e não conseguimos estar presentes no momento e atrapalhamos o desenvolvimento de nossos filhos, dificultando nossas relações:

É absolutamente claro para qualquer observador que as crianças precisam de atenção, elas buscam atenção como algo constituinte na construção da humanidade delas. Aprendem imitando o comportamento e os sentimentos dos seus cuidadores. 

          A sua atenção é cada vez mais disputada por todos os tipos de mídias. Se você não aprender a assumir o controle da sua atenção, ela estará entregue para ser comprada no mercado. Vendida a anunciantes por quem a estiver atraindo, seja Facebook, Whatsapp, Netflix, Youtube. Não assumir o controle da sua atenção é perder o controle da sua vida. E o pior, perder os seus relacionamentos significativos. Enfatizo o adjetivo significativo, pois o relacionamento com os filhos não é algo já conquistado para sempre. Como todo relacionamento, pode se tornar superficial. E quando o relacionamento com os filhos é superficial, vira raiva na adolescência, indiferença e abandono na idade adulta.

          É um mito pensar que a vida familiar está em oposição à vida profissional. Se analisarmos com profundidade, reconheceremos que os seres humanos não são máquinas, o nosso ciclo de energia necessita repouso e renovação. Se olharmos para como atletas treinam, aprendemos que o repouso faz parte do fortalecimento do corpo. O cérebro emocional é igual: as nossas emoções precisam de momentos intensificados de compartilhamento e encontro, de amor e solidariedade para estarem preparadas para ter clareza de escolher o que é realmente importante dentre milhares de pequenas tarefas.  

          Se, por outro lado você assumir o controle da sua atenção pode com certa facilidade cultivar momentos de amorosidade, profundidade com os filhos e ao mesmo tempo ter mais precisão e clareza de objetivos, além de sentido na sua vida profissional.

          O que fazer então para conseguir segurar as rédeas de nossa atenção, mantê-la aqui e agora com os filhos, vivendo momentos significativos.


Existe quatro passos simples que podem lhe ajudar a obter o melhor controle de seu tempo e trazer um melhor desempenho no relacionamento com a sua família:

1). Ao acordar pela manhã não olhe as redes sociais e e-mails, antes de ter se centrado, se alinhado com o que é importante e ter compartilhado carinho, mesmo que seja por apenas alguns minutos. Trabalhe primeiro no que é mais importante para seus resultados, cuide primeiro de você e de quem ama.  O momento de olhar as redes e e-mails é a segunda parte da manhã depois de ter sido amoroso e produtivo. 

2). Levando em conta o tempo escasso, busque determinar ao menos uma parcela desse tempo para seus filhos, 30 minutos para começar, 1h é considerado um tempo médio, isso já é algo que vai fazer uma enorme diferença para a criança e para você. Antes, é interessante que se escreva em um papel tudo que tem a fazer. Com essa listagem você irá conseguir organizar melhor seu tempo e dinamizar seus objetivos. O passo chave é a comunicação, ao estabelecer o período de tempo mínimo que irá dedicar aos seus filhos, tem que auxiliar sua prática e buscar aproveitar ao máximo esse tempo, para assim, saciar e manter o controle sobre cada afazer.

3). Largue toda a ideia de ganho e de prioridade, largue o celular, e apenas esteja presente com seus filhos nesse tempo estipulado (caso seja necessário é viável utilizar um despertador). Tente não pensar nas demais coisas, mas sim nos momentos que for direcionado para as mesmas, não se culpe pelos imprevistos ocorridos e tente recompensar depois caso ocorra algum.

4). Agora se despeça deles com amor e solenidade, até o próximo momento de brincadeira com o papai ou a mamãe. E foque no trabalho olhe para a lista e veja o que é realmente importante de realizar, se estiver com problemas de ordenar, busque primeiro pelo grau de relevância e depois pelo grau de complexidade, se possível indo das mais simples as mais difíceis.

          Uma dica muito interessante que você pode fazer agora é colocar na sua agenda quando vai tentar pela primeira vez esse processo.  Colocar na agenda é poderoso. Compartilhe com alguém a intenção do que vai fazer, já dizendo quando vai fazer e depois com o tempo os resultados. Caso deseje mais apoio no dia a dia, com minicursos gratuitos em áudio e vídeo, acesse www.institutoatentamente.com.br.

53 visualizações

INSTITUTO ATENTAMENTE

  • Facebook - círculo cinza
  • Instagram - Cinza Círculo
  • YouTube - círculo cinza

Por uma vida bela e lúcida.